icone-face icone-podcast icone-rss
Boletins
Visualizar como:

"OBRIGADO SENHOR!"

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 20 de Março de 2016 20:22

Gratidão, que palavra maravilhosa que todos gostam de ouvir, mas nem todos falam. Quem não consegue falar obrigado expressa o mau hálito da alma: ingratidão. Nossa Comunidade completa 55 anos; há muita história neste período! Muitas pessoas passaram por nós: temos amados nossos que já estão com o Pai do Céu e que nos trazem muita saudade. Obrigado Senhor! Temos muitos que por aqui passaram e que por inúmeras razões tiveram que mudar de nossa região e estão servindo a Deus em outros lugares. Obrigado Senhor! Mas não podemos nos esquecer de valorizar aqueles que conosco estão, quer há tempos, como os fundadores, aqueles que foram chegando na jornada, como também aqueles que estão conosco há pouco tempo e que estão inseridos na nossa história. Obrigado Senhor! Também aquelas crianças que aqui nasceram e cresceram e constituíram família e que podemos ver suas gerações marcando o seu espaço entre nós. Obrigado Senhor! Aqueles bebês que cresceram, estudaram e estão no mercado em suas carreiras profissionais e hoje se tornam referência para a moçadinha mais jovem. Obrigado Senhor! Quantos pedidos de oração foram partilhados em nossa Comunidade nestes anos todos e certamente todos foram respondidos por Deus, mesmo aqueles que aos nossos próprios olhos, não foram respondidos como queríamos. Obrigado Senhor! E o que falar daqueles momentos difíceis que vivemos como Igreja quando das lutas de queridos nossos na saúde, família ou pessoal, onde houve um levante da Graça de Deus expressa na vida dos irmãos que os abraçaram de uma maneira tão marcante. Obrigado Senhor! E o que falar dos líderes que por aqui passaram e os que ainda estão em pleno exercício e que têm desempenhado de maneira fiel o chamado, fazendo com que a Comunidade avance de maneira saudável e equilibrada. Obrigado Senhor! Mas gratidão a Deus também nos aponta para frente, a continuar com Fé, o que ainda Ele fará e que desde já podemos agradecer pela convicção de que Ele está no controle. Portanto neste dia, gostaria que houvesse no seu coração: 1. GRATIDÃO A DEUS PELA VIDA DE NOSSA IGREJA: ela não é perfeita e nem constituída de pessoas perfeitas; mas sim de gente, inclusive você, que quer ser melhor e está disponível para ser trabalhado por Deus; 2. CONSAGRAÇÃO A DEUS: ofereça-se a Deus, disponha-se para o que Ele quer fazer em você, dedique tudo o que você é e tem a Deus, busque um bom testemunho; 3. COMPROMETA-SE COM A IGREJA: há tanta gente precisando de ouvir da mensagem de Jesus. Disponibilize seus dons e talentos para o serviço do Reino de Deus em nossa Igreja. O objetivo da IPSCS é comunicar a mensagem de Jesus a todas as pessoas e isso só será feito pelos membros que compreendem a sua missão. Igreja não é lugar de entretenimento; Igreja é missão! E cada membro tem que compreender isso e assim viver. Creio de todo o meu coração que Deus tem ainda muito por fazer em nossa Igreja e através dela. Então, vamos pra frente, com gratidão. Pr. Neuci

“TEMOS MOTIVOS PARAAGRADECER?”

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 13 de Março de 2016 20:20

A expressão “ação de graças” provém do grego “eucaristia”. Esta, por sua vez, é a união de “eu” (bem, corretamente, muito) com a palavra “charis” (graça). Assim, eucharistia significa literalmente “boa graça, correta graça, ou muita graça”. No Novo Testamento ela aparece 38 vezes como verbo, 15 vezes como substantivo, e 1 vez como adjetivo. Significado primário da Ação de Graças: a expressão traz a idéia de alegria. Este é um dos sentidos de “charis” (graça) – tudo aquilo que traz alegria. Também denota aquilo que é agradável, ou algo que é bem-intencionado. Significado Principal da Ação de Graças: a ideia principal da expressão é a de ser agradecido. Na maioria das vezes ela aparece referindo-se à gratidão a Deus. Somente 3 vezes refere-se às pessoas (Lc 17.16; At 24.3 Rm 16.4). Paulo usou diversas vezes como introdução às Epístolas (Rm 1.8; II Co 1.11; Ef 1.15-16; Cl 1.3- 4; I Ts 1.3, etc...). Como substantivo “eucaristia” demonstra um elemento básico e duradouro da vida cristã (Ef 5.20; Cl 3.17; I Ts 5.18). Além disso, toda petição ou oração deve ser feita com ação de graças (Fl 4.6; Cl 2.7; I Tm 2.1). Viver em eucharistia é viver contrário ao mau (Ef 5.4). Viver agradecido é uma grande qualidade (Cl 3.15). Significado secundário da Ação de Graças: a palavra era usada também no momento da bênção antes de uma refeição e na Ceia do Senhor (Mc 14.23; Lc 22.17, 19; I Co 11.24). Apartir do 2º século a expressão “eucharistia” passou a representar o culto com Ceia. Também tem um sentido de louvor (Cl 3.16; Ap 4.9; 7.12; 11.17). Gratidão é um dos temais mais importantes de toda a Bíblia. Apesar das lutas da vida, nunca podemos esquecer do quanto Deus é misericordioso e nos abençoa. No Salmo 40.5 o salmista Davi mostra que as bênçãos de Deus são tantas que são até impossíveis de contar. Esta é também a letra de um dos belos hinos sacros: “Conta as bênçãos dize quantas são, recebidas da Divina mão; vem dizê-las todas de uma vez, e verás surpreso o quanto Deus já fez” (J. Oatman Jr. – E.R.Smart), Temos um Deus que realmente se importa conosco. Em seu livro “Vivendo para a Glória de Deus”, Joel Beeke, falando sobre o grande amor de Deus, afirma: “Nossa única esperança está em um Deus soberano, amoroso e compassivo, que elegeu pessoas e deu o seu próprio Filho para sofrer e morrer pelos eleitos”. Mais para frente Beeke continua: “Visto que Deus os elegeu, Ele os amará em Cristo, seu Salvador, o qual os ama de tal modo que os chama de sua noiva ... A presciência de Deus significa que ele ama tão apaixonadamente e intimamente seu povo, que ofereceu seu próprio Filho para ir ao Calvário por eles”. Talvez você esteja enfrentando alguma forte tribulação ou frustração. Precisamos lembrar que a Bíblia sempre adiantou que no mundo nós passaríamos por aflições (Jo 16.33). Não pense que seu problema é único. Não pense que Deus se esqueceu de você, ou que não se importa com sua vida. Cultive um coração agradecido ao Senhor. Deus sempre estará com você, e nos momentos mais difíceis da vida, Ele será teu Sustento, Consolo e Paz. Que o Senhor nos ajude a termos um coração sempre agradecido. Que esta gratidão transborde em nossa vida e que estejamos contentes em toda e qualquer situação (Fl 4.10-13). Que as pessoas ao nosso redor possam ver o quanto somos agradecidos a Deus (Sl 126). Pr. Márcio

"SE ALGUEM ASPIRA...”

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 07 de Fevereiro de 2016 20:16

O governo e a administração na Igreja Presbiteriana do Brasil é realizada pelos Presbíteros, homens eleitos em uma Igreja local. Os Diáconos são homens eleitos pela Igreja e ordenados pelos Presbíteros para o cuidado com a ordem e assistência às necessidades locais. Por isso, todos os homens, membros ativos da Igreja devem aspirar a estes oficios. O padrão na escolha destes homens, sempre será a Bíblia, a Palavra de Deus, que deixa registrado em alguns textos, os pré-requisitos daqueles que aspiram a estes ofícios. Diante disto, conforme 1 Timóteo 3: 1-13 destaco alguns aspectos: 1.Busca de maturidade na fé: o texto fala sobre a necessidade de que sejam homens com um relacionamento pessoal com Deus, que se expressem através de palavras e atitudes. Isto é um processo, ninguém vai conseguir nota 10; mas também não deve haver raquitismo. Portanto, é indispensável a busca por um relacionamento mais íntimo com Deus. E isto é notório diante das mais diferentes circunstâncias; 2. Um testemunho vigoroso: o texto apresenta também muitas ações visíveis, que devem ser expressas como fruto do relacionamento com Deus. Vivemos tempos onde não se dá para "fazer de conta"; o líder da Igreja deve ter um testemunho relevante; 3. O zelo para com a família: a liderança espiritual tem início onde a Igreja começa: no lar! A família tem sido alvo de muitas tentativas de destruição e o líder deve conduzir a sua família com muito temor e tremor diante de Deus; 4. Uma vida para glorificar a Deus: o texto fala algumas vezes que é necessário um cuidado muito grande, para que não abra brechas para o inimigo de Jesus e de Sua Igreja. Portanto, o líder não pode envergonhar nunca o Evangelho; mas ao contrário, tem que ser para a Glória de Deus. O Conselho de nossa Igreja diante do: 1. vencimento de mandato dos Presbíteros Mauro, Pedro, Rogério, Sérgio, Wanderley e Wlademir; 2. vencimento de 04 Diáconos: George, José Ângelo, José Silvério e Ruben; Resolve: 1. convocar a Igreja para a Assembléia Geral Extraordinária para o domingo dia 17 de abril às 9h30 para eleição de 07 Presbíteros e 04 Diáconos: 2. convocar a Igreja para oração e orientação bíblica feita em nosso Boletim; 3. conceder aos membros o privilégio de fazer indicações para os ofícios através de um documento assinado a partir do domingo 21 de fevereiro e encerrando no domingo dia 06 de março entregues ao Pr. Neuci ou ao Presb. Paulo, vicepresidente; 4. os nomes indicados serão avaliados pelo Conselho e os aprovados serão contatados pelo Pr. Neuci; 5. os que aceitarem, terão um encontro pessoal com o Conselho sobre as motivações e o comprometimento com estes ofícios caso sejam eleitos; 6. no domingo dia 10 de abril, por ocasião do Culto Vespertino, serão conhecidos pela Igreja os irmãos que concorrerão a estes ofícios. Todo o processo é sempre realizado com muita transparência e lisura e o Conselho roga a todos os irmãos para que estejam em oração, participem ativamente de todo este processo e venham com alegria na Assembléia para serem instrumentos de Deus na escolha daqueles que haverão de participar da liderança da Igreja. CONSELHO DAIPSCS

"O MELHOR DIA "

Por Marcio
Categoria Boletins
Qui, 05 de Maio de 2016 20:14

Qual de nós que não quer ser bem sucedido, ter um ano exponencial? Todos queremos, mas nem sempre nos atemos que precisamos cumprir etapas diárias para isso. Ainda no início de um novo ano gostaria de partilhar um texto Biblico que certamente nos conduzirá a um ano e uma vida bem sucedida: "Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio" Sl. 90:12. Este texto nos dá algumas dicas essenciais: 1. NÃO SEI NADA DA VIDA: O salmista reconhece o seu total desconhecimento da vida, de tratar as situações, de enfrentar o esperado e o inesperado. Diante disto ele pede: Me ensina Deus. Lamentavelmente há pessoas que acham que já sabem tudo; que não têm absolutamente nada para aprender. Os anos de nossa vida devem ser encarados como uma grande oportunidade de aprendizado, de agregar informações e não somente de somar dias. Não podemos ser pessoas que envelhecem e não aprendem; ao contrário, precisamos dizer a Deus sobre a nossa limitação e aprender com Ele, através da Sua Palavra e da Oração, como viver, se portar, falar, agir; 2. VALORIZE O PRESENTE DE DEUS: O que é um dia para você? Eu respondo: uma dádiva de Deus. Será que encaramos assim cada dia? Pergunto isso pois temos um dever para com Deus de cuidar e viver bem cada dia que Ele concede a nós. A vida passa muito rápido e por isso não podemos desperdiçar um momento sequer, pois não teremos outro igual. Ah se compreendêssemos que o momento é único, que a oportunidade acontece no momento e que não se repete. Temos a missão de ser mordomos deste presente maravilhoso que Deus nos dá que é a vida, cada dia. E o salmista diz: Ensina-me a contar cada um dos meus dias; 3. UMA EXISTÊNCIA RELEVANTE: Quando leio a história dos Reis de Israel e Judá, me impressiona e me faz pensar sobre como foi a jornada de cada um deles. Tivemos alguns que viveram muito; outros viveram pouco. Alguns foram prósperos em seus atos, outros foram lamentáveis; Alguns deixaram uma história muito linda e outros trágica a ponto de um deles nem saudades deixou. Qual é o legado que você quer deixar? Que história você está construindo? Se há algo muito justo nesta vida é a lei da semeadura: o que plantamos, vamos colher! Será que temos nos esforçado para sermos pessoas que agregam, que contagiam, que estimulam outros, que acrescentam? O salmista tinha um desejo: quero ser sábio. E quando vamos a este valor ímpar, aprendemos que o principio da sabedoria é o temor a Deus, o respeito e a submissão a Ele. Quando entendemos que a nossa existência não é um fim em si mesma, mas que é para a Glória de Deus, então entramos no caminho da maturidade e isso se transforma em valores para nós e para com todas as pessoas que encontraremos nesta jornada. 2.016, um ano onde os cenários são tão acinzentados; mas tenho aprendido que "quando Deus não muda as circunstâncias, Ele nos muda em meio a elas". Portanto, vamos ser melhores neste ano? Oro para que assim seja. Pr. Neuci

"GRATIDÃO, VIRTUDE INERENTE AO SER HUMANO"

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 24 de Janeiro de 2016 20:12

Obrigado, palavra doce de ouvir e maravilhosa de falar, não é mesmo? Mas infelizmente tem rareado demais o uso desta expressão. Ela pode até ser dita, mas pouco vivida. Observo que o descontentamento do ser humano cresce de forma galopante; há uma insatisfação tanto nas coisas que não deram certo, como também nas que não aconteceram conforme as expectativas. É muito próprio da natureza humana este conflito; mas observo que se torna doentio e potencializado em algumas pessoas. Ouvi uma frase que concordo plenamente: "Ingratidão é o mau hálito da alma". A Palavra de Deus, a Bíblia, nos apresenta muitos personagens que foram agradecidos; também narra gente que foi ingrata e não foram poucas. Mas há sempre uma advertência: seja agradecido e quando refletimos sobre o cuidado de Deus para conosco, deveríamos ser incansáveis em agradece-LO. Quero listar alguns motivos e não tenho a pretensão de esgotar; quem sou eu... mas alguns motivos são: 1. A VIDA: Fico impressionado com a forma miraculosa como é gerada. Lendo o Sl. 139, o salmista afirma: Graças te dou oh Deus: como de duas substâncias informes se faz ossos, tecidos, orgãos, membros. E ainda, como Ele sopra o fôlego da vida em nós. Isso é um milagre e infelizmente vivemos em uma condição de normose, achando que a vida não é tão importante e/ou obrigação da parte de Deus. Que insensatez; a vida é uma dádiva enorme, um presente Divino; 2. A MANUTENÇÃO DA VIDA: Deus nos dotou de toda a estrutura, mas Ele também oferece alguns detalhes essenciais e que também não somos agradecidos. Por exemplo: você já agradeceu a Deus pelo ar? por poder sentir cheiro, gosto? por enxergar, falar, ouvir, andar, o tato? São peculiaridades que só Deus poderia nos dotar e manter isso. É óbvio que em virtude da natureza pecaminosa, o tempo se encarrega de deteriorar o corpo, mas que privilégio enorme ter toda esta manutenção da parte DELE e gratuita. Não é a toa que temos dois rins, dois ouvidos, dois olhos, dois braços e duas pernas. Não é a toa que Deus nos fez com alguns orgãos internos que podemos não dar valor, mas estão lá com um valor inestimável; 3. AESSÊNCIADAVIDA: Dou este título pelo valor singular da parte de Deus: a salvação. O homem por causa do pecado, estava com o relacionamento quebrado com Deus e consequentemente consigo mesmo, com as pessoas e também com tudo o que foi criado por Ele. Então nesta forma deliberada de rebeldia, age de maneira irracional trazendo inúmeros prejuízos. Deus, em Sua infinita Graça, enviou Jesus para reatar o relacionamento com Ele e a partir daí, iniciar uma nova história, um novo modo de agir, pensar e sentir. Em Cristo Jesus há uma nova conduta para com Deus, consigo mesmo, com o próximo e com todas as coisas. Concluo esta reflexão desafiando você a resgatar a gratidão. Creio de todo o meu coração que seremos muito mais saudáveis e melhores. Temos razões muito maiores para sermos agradecidos. Deus não se agrada de murmuração. Ser murmurador é ser incrédulo. Vivamos cada dia com muita gratidão a Deus. Pr. Neuc

"A FORMA COMO DEVEMOS VIVER"

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 17 de Janeiro de 2016 20:10

Uma das grandes ilusões que o ser humano tem é que pode controlar a sua vida; que pode decidir e fazer o que bem quer! Essa pseudo-independência gera um conflito interminável, pois à medida que o homem acredita e se esforça nesta empreitada, vê que as circunstâncias concorrem contra e aí a frustração e inquietação são gritantes em seu interior. Este aspecto é tão sério como antigo; ao folhearmos a Bíblia, encontramos muitos textos e personagens que não compreenderam que não tem esta autonomia; que devem compreender que há um caminho muito mais simples e tranquilo, que tem sua origem em reconhecer que as suas vidas dependem em tudo Daquele que os criou e sustenta, que é o Deus Maravilhoso. Cito 1 texto Bíblico e bem atual: "Atendei, agora, vós que dizeis: Hoje ou amanhã, iremos para a cidade tal, e lá passaremos um ano, e negociaremos, e teremos lucros. Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa. Em vez disso, devieis dizer: Se o Senhor quiser, não só viveremos, como também faremos isto ou aquilo" Tg. 4: 13-15. Observou como é atual? O texto sagrado nos ensina: 1.Nem sempre os nossos projetos pessoais são possíveis: podemos observar que dentro deste plano há um começo, meio e fim, só que não há certeza nenhuma de que isso acontecerá (vós não sabeis o que sucederá amanhã). Creio que todos nós já experimentamos isso e não poucas vezes! Nem sempre aquilo que achamos perfeito aos nossos próprios olhos vai acontecer e nem será o melhor; 2. A limitação humana: por mais que o homem resista, é bem assim mesmo: somos apenas uma neblina que aparece e se dissipa. Não sabemos o que vai acontecer conosco daqui a pouco, quanto mais amanhã; 3. Devemos fazer planos sempre submissos à direção de Deus: o texto nos diz para traçar planos, projetos e ter sonhos (deveis dizer), mas sempre incluir Deus em todo o processo; 4. Avontade de Deus é sempre superior: o texto nos afirma que quando Deus faz parte dos nossos projetos, eles podem ser diferentes, mas nunca menores do que almejamos. A doença mais comum e antiga que existe chama-se ansiedade. A idéia da palavra é desconfiar de; e ela é inevitável, mas pode ser limitada. Iniciando o ano, ansiedade está presente em como será o ano, a preservação do emprego, como a economia vai se manter, se será possível alcançar os objetivos pessoais e familiares, etc. Racionalmente: precisamos viver assim? Por que viver na contramão daquilo que Deus planejou para nós? Neste dia, gostaria de convidar você a que juntos vivamos de uma maneira saudável, reconhecendo que dependemos de Deus, que Ele quer participar de nossa vida integralmente, que tenhamos alegria em tê-Lo conosco nesta jornada e que sejamos agradecidos pelo que Ele fará em cada dia deste novo ano em nossa vida. Deus nos abençoe e que vivamos assim em cada dia. Pr. Neuci 

"APRENDENDO A VIVER CADA DIA DESTE NOVO ANO"

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 10 de Janeiro de 2016 20:00

Estamos iniciando mais um ano; as mais diferentes expectativas estão nos nossos corações! Novos planos, sonhos a serem buscados, mas também assuntos do último ano ou dos últimos! Mas como enfrentar este ano de maneira saudável? Como administrar os sentimentos mais internos, tais como ansiedade, em cada dia deste novo ano? Na convivência com tantas pessoas e suas labutas, tenho cada vez mais a convicção do quanto dependemos unicamente de Deus. Observo muitas pessoas depositando a sua confiança na capacidade pessoal, recursos financeiros, empresa/emprego, em vínculos relacionais, só que tudo isso é transitório e limitado; todos estes pontos de apoio são vulneráveis. Pensando um pouco sobre a proposta desta reflexão, me deparo com um hino do Rei Davi registrado no Salmo 16 versos 1-2: "Guarda-me, ó Deus, porque em ti me refugio. Digo ao Senhor: Tú és o meu Senhor; outro bem não possuo, senão a ti somente". O salmista faz a sua profissão de fé a qual deveriamos levar em consideração. Ele era Rei, logo tinha muito poder; era rico, tinha todos os recursos possíveis e imagináveis; tinha muitas pessoas ao seu lado e também debaixo de sua autoridade, tinha influência, onde todos os seus desejos poderiam facilmente serem sanados. Mas apesar de tudo isso, ele expressa algumas verdades que podemos aplicar para a nossa vida e em cada dia deste novo ano: 1. SEGURANÇA: este assunto é muito antigo; logo, sempre foi uma grande necessidade humana sentir proteção, amparo. Davi não tinha dúvida em afirmar que só poderia encontrar segurança em Deus (Elohim), o Deus Triuno, Criador de todas as coisas. Anossa insegurança só pode ser suprida em Deus que nos dá toda a segurança e apoio; 2. COMPANHIA: o ser humano vive muito solitariamente; apesar de estar em meio a pessoas, tem dentro de si conflitos pessoais e relacionais que o levam a sofrimentos internos (angustias). Davi buscava ter um relacionamento muito pessoal com Deus e ele diz: digo. Que privilégio poder falar e ainda mais para o Senhor (JAVÉ), o Deus Imutável, Fiel. Apesar de tantas pessoas, Davi tinha no Senhor o seu maior companheiro, pois sabia que verdadeiramente Ele é Fiel e não muda; 3. CONFIANÇA: Davi afirma: Tu és o meu Senhor (Adonai), o Deus Soberano, que sabe tudo, dirige e que nada foge do Seu controle. Que decisão maravilhosa Davi tomou de desfrutar com o Deus Soberano um relacionamento pessoal, intimo - meu Senhor. Tudo o que Davi descobriu em Deus e desfrutou o levou a considerar como o maior bem que ele tinha: mais do que poder, riqueza, autoridade e influência. Enfim, ele encontrou em Deus tudo o que ele precisava e oferecia bem estar! Como vamos enfrentar este ano? São tantas as coisas que conhecemos que nos amedrontam e o que falar do inesperado? Gostaria de propor a você neste dia que tenhamos a nossa segurança, a companhia e a confiança firmada unicamente em Deus. Qualquer coisa ou pessoa fora DELE gerará fracasso e frustração. Pr. Neuci

“QUAIS SUAS EXPECTATIVAS PARA 2016?”

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 03 de Janeiro de 2016 14:50
Texto

 

Estamos no início de um novo ano. Este é um momento de reflexão e expectativas.

"2.015, UM ANO ABENÇOADO"

Por Marcio
Categoria Boletins
Dom, 27 de Dezembro de 2015 14:47
Texto

Quem sabe você ache provocativo de minha parte este tema; ou então, fique em seu coração a impressão de que eu vivo em outro país ou outra realidade. Quero iniciar dizendo que a sua leitura está errada; não considero provocativa e nem vivo dentro de uma redoma!

Página 1 de 12

icone-pin  Rua Heloísa Pamplona, 177 - São Caetano do Sul - SP        icone-fone  +55 11 4221 1102